Jornal sueco quer reduzir pagamentos a jornalistas freelance

O diário sueco “Dagens Nyheter” está a tentar reduzir os pagamentos que faz a jornalistas freelance a pretexto da mudança para o formato tablóide, o que a Federação Europeia de Jornalistas (FEJ) considera inaceitável.

O secretário-geral da FEJ, Aidan White, contesta que se use o argumento da passagem para um formato menor para cortar nas remunerações, uma vez que “a administração pretende exactamente o mesmo tipo de trabalho mas a preço de saldo”.

Opinião semelhante tem a presidente do Sindicato Sueco de Jornalistas, Agneta Lindblom Hulthén, para quem “todos os escritores sabem que escrever curto é tão ou mais difícil do que escrever longo”, pelo que afirma: “não podemos aceitar que os nossos membros recebam menos pelo mesmo trabalho”.

Apesar de já se falar no assunto desde o início de 2004, só agora a empresa aceitou negociar com os sindicatos de jornalistas e de escritores da Suécia, após se ter sentido pressionada pela união dos afectados pela medida – na sua maioria críticos de arte, cujos vencimentos podem sofrer cortes de 20 por cento.