Greve nos Sheffield Newspapers

Os jornalistas do grupo britânico Sheffield Newspapers aprovaram por larga maioria paralisações parcelares e greve às horas extraordinárias, a partir de 9 de Agosto, como forma de luta contra a redução de pessoal e o excesso de trabalho.

Os trabalhadores do grupo afectos ao Sindicato Nacional de Jornalistas (NUJ) vão fazer pausas entre as 10 e as 10h10 e entre as 15 e as 15h10, assim como uma pausa para almoço entre as 12h30 e as 13h30, saindo sempre no final do seu horário de trabalho e recusando-se a fazer quaisquer horas extra.

Este cumprimento escrupuloso do horário de trabalho terá lugar todos os dias, como forma de protesto contra a drástica redução de pessoal decidida pela empresa, cuja casa-mãe, a Johnston Press, teve lucros superiores a 100 milhões de libras (cerca de 145 milhões de euros) em 2004.