Greve às assinaturas no “El Mundo” da Catalunha

Os trabalhadores da versão catalã do diário “El Mundo” iniciaram a 3 de Dezembro uma greve às assinaturas, como forma de protesto pelo despedimento do redactor-chefe Félix Martínez, ocorrido a 30 de Novembro e motivado por afirmações proferidas pelo jorna

Em plenário, os jornalistas decidiram que irão manter a acção de protesto até conhecerem as medidas que a empresa vai tomar para compensar Félix Martínez pelo despedimento, levando em conta o facto de o jornalista trabalhar há 12 anos na empresa e ter desempenhado cargos de responsabilidade de forma bastante satisfatória.

O protesto é apoiado pelo Sindicato de Jornalistas da Catalunha, que lamentou que a empresa não tivesse ouvido os argumentos do jornalista ou do comité de empresa antes de se decidir pelo despedimento, o que o leva a considerar que “o único motivo para esta decisão são as pressões políticas de sectores ultras sobre o director do diário”.