França lança canal alternativo à CNN

O Parlamento francês aprovou um orçamento de mais de 45 milhões de dólares para a criação de um canal de informação alternativo à norte-americana CNN, com o objectivo de conseguir uma paridade com Washington a nível noticioso.

O novo canal, que oficialmente terá a designação de Canal Informativo Internacional (CII), deverá entrar em actividade em 2005, com um colectivo de 240 pessoas e a participação em partes iguais do canal TF1 e da France Télevision (estatal), que utilizarão a rede de transmissão da agência AFP e da Radio France.

De acordo com a Argenpress, o primeiro-ministro gaulês, Jean-Pierre Raffarin, entende que a abertura do novo canal televisivo permitirá a Paris dar a conhecer as suas opiniões, designadamente no respeitante às questões internacionais, nem sempre convergentes com as dos EUA, como sucede em relação ao Iraque.

Ainda segundo Raffarin, o aparecimento do CII no espaço informativo global pode favorecer a multiplicidade de opiniões sobre os problemas internacionais face ao unilateralismo norte-americano.

O CII foi viabilizado através de uma alteração ao orçamento deste ano levada a cabo pelo governo, e a expectativa é que chegue a cerca de 260 milhões de telespectadores em todo o mundo francófono ou que usa o francês como segunda língua. A nível mundial, a língua francesa ocupa o 11º lugar entre as mais usadas, ficando bastante longe do inglês, que se estima ser mais ou menos compreendido por cerca de 700 milhões de pessoas.