ERC abre averiguações ao “Correio da Manhã”

A cobertura feita pelo diário “Correio da Manhã” a um caso de assassinato vai ser objecto de um processo de averiguações da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), tendo por objecto as imagens com “carácter profundamente chocante” disponibilizadas pelo jornal.

O Conselho Regulador da ERC justifica o processo, dizendo que tanto as imagens que ilustram a notícia “Engenheiro dispara com neta ao colo” como o vídeo disponibilizado no sítio de Internet do jornal – que retratam o momento em que um homem é assassinado frente à filha de três anos – “podem contender com direitos fundamentais”.