Dois meses de suspensão para jornal guineense

O Conselho Nacional de Comunicação (CNC) da Guiné suspendeu a 19 de Julho, por um período de dois meses, o jornal “La Croisade”, de Conakry, em virtude de alegada publicação de informação falsa.

A ordem do CNC impede ainda o editor-executivo do jornal, Sayon Keita, de criar outro órgão de informação e de oferecer os seus serviços a outros média durante o período coberto pela sanção.

O CNC considerou lesivo para a honra do presidente Lansana Conte e do seu motorista Aliou Diallo, falecido recentemente, o conteúdo de um artigo não assinado presente na edição de 18 de Julho do “La Croisade”, no qual se tentava estabelecer uma ligação entre o roubo de duas pastas do governante e a morte súbita do motorista, vítima de ataque cardíaco.

Partilhe