Parecer do CD por solicitação da jornalista Fernanda Câncio

Fernanda Câncio pediu para que o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas se pronunciasse sobre o conteúdo de três notícias em que, a propósito de opiniões suas expressas no canal TVI24 e na sua coluna semanal do Diário de Notícias, a jornalista foi identificada através da expressão «namorada de».… Ler mais

Recomendação do CD sobre notícias envolvendo menores

O Conselho Deontológico (CD) do Sindicato dos Jornalistas, em recomendação emitida em 3 de Junho, adverte que as notícias sobre crianças devem evitar leituras simplistas dos acontecimentos e pautar-se pelos mais elevados critérios de exigência ética, deontológica e profissional dos profissionais encarregues da sua cobertura informativa.… Ler mais

Síntese do parecer do CD sobre diferendo na RTP-Açores

Posição do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas sobre o parecer solicitado pela jornalista Berta Tavares, da RTP-Açores, relativamente a uma reportagem da sua autoria, a qual foi objecto, a posteriori, de intervenção do director do centro regional da televisão pública.… Ler mais

CD responde a Valentina Marcelino

Parecer do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas sobre o parecer solicitado pela jornalista Valentina Marcelino sobre uma «factualidade» envolvendo-a com a jornalista Felícia Cabrita e a chefe do Departamento de Difusão de Informação Pública do Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres, Teresa Casal Ribeiro (síntese) — 9 de Janeiro de 2009.… Ler mais

Recomendação do CD sobre linguagem violenta no noticiário desportivo

Na sequência de um alerta do pai de um jovem praticante de hóquei em patins de 11 anos, o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas (CD) recomenda os jornalistas desportivos a “relatar os factos com rigor e exactidão e interpretá-los com honestidade”, abstendo-se de “toda a forma de apologia ou de incitamento de todas as formas de violência, de ódio ou discriminação”.… Ler mais

Responsabilizar os jornalistas para credibilizar a classe

Porque uma actividade que escrutina os outros deve ser exigente consigo mesma e com os seus membros, a secção disciplinar da Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ) vai tentar influenciar comportamentos que dêem maior credibilidade à profissão, garantiram os seus membros no debate “Que fazer com estas competências?”, realizado na noite de 7 de Outubro na sede do Sindicato dos Jornalistas (SJ).… Ler mais

“Ética não pode reduzir-se à etiqueta”, considera Orlando César

A “questão ética em jornalismo consiste no uso de um elenco de princípios e valores para descrever ou avaliar a conduta profissional”, pelo que “não pode reduzir-se à etiqueta, ao interesse próprio do jornalismo, aos seus lucros ou à legislação”, considerou o presidente do Conselho Deontológico, Orlando César, num seminário sobre crianças e jovens em risco.… Ler mais