Comunicado sobre o Lay-off no Global Media Group

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) aconselhou os seus associados nos órgãos de informação do Global Media Group – DN, JN, O Jogo e TSF, entre outras publicações -, notificados pela administração do Global Media Group sobre a entrada da empresa em lay-off hoje, a partir das sete da tarde – numa flagrante violação do princípio da dignidade humana – a apresentarem-se ao trabalho amanhã, normalmente, como fariam antes dessa comunicação.

O SJ julga particularmente grave e indigno que se proceda a uma medida destas formalizando-a junto dos trabalhadores com apenas umas horas de antecedência e sem cumprimento dos trâmites legais.

Isto porque, para além do desrespeito já mencionado, a legislação do lay-off prevê que a comunicação ocorra após a audição dos delegados sindicais, o que não aconteceu. Não se verificou qualquer audição, mas uma mera comunicação de um conjunto de medidas que a empresa pretenderia adotar.

Por tudo isto, o SJ já solicitou à administração do GMG – na pessoa do administrador Afonso Camões – a suspensão imediata do lay-off, até adequada e atempada formalização processual.

O SJ reivindica ainda o acesso a um conjunto de informações imprescindíveis para que o dever de consulta e audição das estruturas de representação coletiva dos trabalhadores seja efetivo e real.