CDSJ delibera sobre queixa contra jornalista Cristina Reyna

Após análise da queixa apresentada e de contactar a jornalista, o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas deliberou não haver violação de qualquer regra deontológica.

O Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas (CDSJ) analisou a queixa apresentada contra Cristina Reyna, jornalista da TVI, a propósito de uma “alegada violação do rigor informativo e do pluralismo”.

Porém, após análise da exposição queixosa e de contactar a jornalista, o CDSJ considera que não houve “violação de qualquer regra deontológica”.

O texto integral da deliberação do Conselho Deontológico pode ser lido no anexo.


Ficheiros em Anexo