CD lança Observatório de Deontologia do Jornalismo

O Conselho Deontológico (CD) do Sindicato dos Jornalistas está a desenvolver diligências para a criação de “um espaço alargado e plural de opiniões sobre a teoria, as práticas e o exercício ético e deontológico do jornalismo”.

A designação proposta para o espaço é a de “Observatório de Deontologia do Jornalismo”, o que segundo o presidente do CD, Orlando César, se justifica atendendo a que o objectivo em vista “é o de proceder à reflexão sobre ética e deontologia; à observação do jornalismo nos média (imprensa, rádio, televisão e digital); e à crítica das práticas profissionais”.

A instalar no sítio da Internet do SJ, este projecto visa um triplo objectivo, refere Orlando César. “O primeiro assenta numa reflexão sobre a deontologia profissional, na sua construção histórica e nas diversas escolas de pensamento a que esta deu origem. O segundo parte dessa reflexão para o caso concreto da ética profissional na classe jornalística, respeitando os particularismos dos vários media (imprensa, rádio, televisão e digital), é certo, mas tendo por preceito de base que o processo de produção de informação se baseia no relato dos factos com rigor e exactidão, bem como na obrigação deontológica de os interpretar com honestidade. Por isso, o terceiro objectivo tem em vista as práticas profissionais, tais como elas se exercem na difusão das notícias e no respeito pelas fontes que lhe estiveram na origem”.

Debate plural

A iniciativa está ser preparada desde Julho e visa, segundo o CD, “congregar o contributo dos antigos e actuais provedores (jornais, rádios e televisão), a participação dos antigos e actuais presidentes dos conselhos de deontologia de 1970 a 2008, de anteriores presidentes da Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas e dos universitários e jornalistas que em ensaios académicos ou obras de divulgação se ocuparam deste assunto”.

O Conselho Deontológico coloca ainda como hipóteses de trabalho a desenvolver pelo “Observatório” a elaboração de um glossário de ética e deontologia do jornalismo; de um reportório das perguntas mais frequentes; de um reportório dos erros mais frequentes; e de referenciais de competência ética e deontológica do jornalismo.

A próxima reunião do grupo de trabalho para a dinamização desta iniciativa terá lugar em Outubro, na sede do SJ, em data a anunciar.