Buscas a casa de repórter italiano

A polícia italiana efectuou a 14 de Dezembro buscas a casa de Giuseppe d’Avanzo, um dia depois da publicação no “La Repubblica” de um artigo do jornalista sobre a investigação que está a ser feita a Silvio Berlusconi por suspeitas de tentativa de corrompe

A peça do jornalista cita excertos de escutas ordenadas pelo tribunal que sustentam a acusação, uma prática que é comum na imprensa italiana sempre que há figuras conhecidas envolvidas, mas que em breve poderá ser limitada legalmente.

Tudo porque a câmara baixa do parlamento italiano aprovou a 17 de Abril uma lei que limita a possibilidade de a imprensa publicar excertos de investigações judiciais em curso, a qual está prestes a ser analisada pelo Senado e que, se aprovada, “representará um golpe grave à autonomia jornalística numa democracia como a italiana”, frisa a Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

Sublinhando que esta iniciativa policial ocorre apenas uma semana após acção idêntica das autoridades francesas em casa do repórter Guillaume Dasquié, a RSF instou ainda à protecção da confidencialidade das fontes jornalísticas ao nível europeu.