Bielorrússia liberta jornalistas detidos

Os jornalistas nacionais e estrangeiros detidos na sequência dos protestos posteriores às eleições presidenciais na Bielorrússia foram todos libertados na passada semana, noticia a Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

Na prisão permanecem ainda alguns opositores do regime, entre os quais o candidato Aleksandr Kazulin, que está detido sob a acusação de hooliganismo e enfrenta uma pena até seis anos de prisão.