Agressões e detenções de jornalistas na Rússia

Vários jornalistas foram agredidos e/ou detidos na cidade russa de Nizhny Novgorod, enquanto cobriam uma manifestação conjunta de grupos da oposição a 24 de Março, noticiou o Centro para o Jornalismo em Situações Extremas (CJES).

O CJES identificou três profissionais agredidos e detidos – Remko Reiding, da Associação de Imprensa Holandesa, e os fotógrafos Ivan Sekretaryov, da Associated Press, e Denis Sinyakov, da Reuters.

Outros seis ficaram sob custódia policial: Arkady Babchenko, correspondente da “Novaya Gazeta”; Yevgeny Lavlinsky, chefe de redacção do “Gorod I Gorozhane”; e os fotógrafos Mikhail Beznosov, do “Novoye Delo”; Roman Mukhametjanov, do “Moskovskiye Novosti”; Andrei Nikolsky, do “Ogonyok”; e Joseph Sywenkyj, do “The New York Times”.