SJ faz apelo à regularização de precários na RTP e na Lusa

Publicado a 08/08/2017

Candidataram-se ao PREVPAP 344 trabalhadores na RTP e 48 na Agência Lusa.


O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apela à regularização dos quase 400 trabalhadores com vínculos precários na RTP e na Lusa, entre os quais muitos jornalistas, que se candidataram ao Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP).

A primeira fase do trabalho da Comissão Bilateral do Ministério da Cultura, constituída no âmbito do PREVPAP, terminou hoje, 8 de agosto.

Até 30 de junho, o Ministério da Cultura recebeu 392 candidaturas de trabalhadores com vínculos precários, 344 com origem na Rádio e Televisão de Portugal (RTP) e 48 oriundas da Lusa – Agência de Notícias de Portugal.

Na tutela do Ministério da Cultura, os precários da RTP constituem o maior número de inscritos no PREVPAP.

A Comissão Bilateral está agora a proceder à análise das candidaturas, não tendo ainda começado a examinar os processos do setor da comunicação social.

O SJ espera que, a partir de setembro, sejam analisados todos os processos. E recorda que, durante uma audiência no passado mês de junho, o ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, garantiu que os processos do PREVPAP com origem em empresas do setor público do Estado deverão estar concluídos no primeiro trimestre de 2018.