QUARTA-FEIRA
13 de Dezembro de 2017 | 11:09

SJ insta Presidente, Governo e Partidos a esclarecerem posição sobre Agência Lusa

Publicado a 19/06/2017 NOTÍCIAS

Direção enviou cartas com solicitação para que, perante tantos condicionalismos em função de cortes no plano de Atividades e Orçamento para 2017, seja dito que tipo de serviço público se espera da agência noticiosa.


O Sindicato dos Jornalistas (SJ) instou o Presidente da República, o Primeiro-Ministro, o Ministro da Cultura e os Partidos com assento parlamentar a esclarecerem o país sobre o serviço público que consideram que a Agência Lusa deve prestar.

Em cartas enviadas hoje, o SJ questiona os diversos representantes políticos sobre o Plano de Atividades e Orçamento da Lusa para 2017, que impõe condicionamentos à empresa e aos trabalhadores que põem em causa o serviço público que a Agência presta.

O Sindicato considera urgente que os representantes políticos deixem claro que agência de notícias querem para o país e, mais importante, ajam em conformidade no sentido de garantir as condições para que esse serviço público seja assegurado.

O SJ sublinhou que não compreende como tal pode ser feito com o anunciado corte de quase meio milhão de euros em fornecimentos e serviços externos e gastos com pessoal.

Versão para Imprimir