QUINTA-FEIRA
24 de Agosto de 2017 | 07:42

FIJ contra medidas de intimidação aos jornalistas na Tunísia

Publicado a 12/04/2017 NOTÍCIAS

Em causa está a decisão governamental de impedir a publicação do jornal "Ethawra News" no quadro das regras da declaração de estado de emergência.


A Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) manifestou apoio ao Sindicato Nacional dos Jornalistas Tunisinos (SNJT), depois de o Ministro do Interior da Tunísia ter anunciado, no passado dia 3, a decisão de proibir a publicação do jornal "Ethawra News", num quadro geral de aplicação das medidas previstas na declaração do estado de emergência.

Em comunicado, o SNJT alerta para o facto de este grave precedente permitir que o governante "se imiscua nos assuntos do setor, procurando deste modo intimidar os jornalistas e apropriar-se de prerrogativas da Justiça".

O Sindicato recorda ainda que a medida se enquadra num contexto político de tentativa de apropriação dos meios públicos de comunicação, buscando a sua "transformação em suportes de propaganda a favor da coligação que está no poder".

Versão para Imprimir