SJ apela ao voto numa Comissão da Carteira representativa

Publicado a 30/11/2018

Só a Lista A cumpre o princípio da diversidade de grupos empresariais e de órgãos de informação.


A Direção do Sindicato dos Jornalistas (SJ) tem como princípios fundamentais de ação a diversidade e a representatividade, valores plasmados na lista que decidiu apoiar para a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ).

A Lista A – que concorre à eleição agendada para os dias 3, 4 e 5 de dezembro – é composta por jornalistas, efetivos e precários, respeitando a paridade de género, trabalhadores em diversos órgãos de comunicação social nacionais e regionais.

Além disso, das listas concorrentes só a Lista A tem trabalhadores oriundos de diferentes grupos empresariais de comunicação social.

A Direção do SJ considera que estes princípios defendem a posição e a representatividade dos jornalistas na instituição que regula o acesso e o exercício da profissão.

Numa altura em que a concentração empresarial no setor da comunicação social é cada vez mais acentuada e perigosa, a Direção do SJ considera fundamental que se mantenha a independência da CCPJ e se evite a instrumentalização da mesma por parte de apenas um determinado grupo empresarial.

Apenas uma lista candidata à eleição cumpre os princípios referidos: a Lista A.

A Direção do Sindicato dos Jornalistas apela à participação nesta importante eleição e recorda que a votação pode ser feita presencialmente, no dia 5 de Dezembro (entre as 10h e as 19h, nas instalações da CCPJ), no caso de terem dificuldades no acesso à plataforma eletrónica, que pode ser utilizada nos dias 3, 4 e 5 (instruções no link https://ccpj.pt/media/1207/comovotaronline.pdf).

Por fim, importa esclarecer uma informação falsa: o preço da revalidação da carteira profissional dos associados do SJ é igual ao que se aplica aos restantes jornalistas, o que acontece é que uma parte do valor é comparticipada pelo próprio Sindicato.