QUARTA-FEIRA
15 de Agosto de 2018 | 08:22
João Miguel RodriguesJoão Miguel Rodrigues

Jornalistas europeus aprovam três moções apresentadas pelo SJ

Publicado a 08/06/2018 NOTÍCIAS

Precariedade, violência contra jornalistas no Desporto e desigualdades de género são os temas das propostas portuguesas.


As três moções apresentadas pelo Sindicato dos Jornalistas (SJ), uma sobre precariedade, outra sobre violência contra jornalistas no Desporto e uma terceira sobre desigualdades de género, foram aprovadas, por unanimidade, pela Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), que realizou a sua assembleia anual em Lisboa, no dia 6.
A capital portuguesa foi eleita para acolher três importantes encontros da FEJ, que tiveram como co-organizador e anfitrião o SJ, nos dias 4 (sobre o futuro dos sindicatos), 5 (sobre jornalismo robô) e 6 de junho (assembleia anual).
A assembleia anual da FEJ, que juntou uma centena de delegados de sindicatos e associações profissionais de toda a Europa, teve como lema “A nossa precariedade é a vossa desinformação” e aprovou 23 resoluções e uma declaração (ver anexo, em inglês).
O Sindicato dos Jornalistas propôs três moções, todas aprovadas por unanimidade (versões portuguesas em anexo), duas de imediato e uma outra após junção com uma moção semelhante apresentada por um sindicato britânico.
A FEJ é a maior organização de jornalistas da Europa, representando 320 mil profissionais em 44 países da Europa. Das 70 organizações filiadas, o Sindicato dos Jornalistas é o único representante de Portugal.

Ficheiros em Anexo

Moções SJTodas as moções
Versão para Imprimir