QUARTA-FEIRA
23 de Maio de 2018 | 06:24
Twitter Ángel GahonaTwitter Ángel Gahona

Um jornalista morto na Nicarágua

Publicado a 22/04/2018 NOTÍCIAS

Um disparo das forças policiais atingiu Ángel Gahona quando este filmava confrontos numa transmissão em direto para a página de Facebook do diário El Meridiano.


O jornalista Ángel Gahona foi morto a tiro na Nicarágua quando filmava confrontos entre manifestantes e a polícia em Bluefields.

Gahona, também correspondente para o Canal 6 Nicarágua, fazia imagens e comentários para uma transmissão em direto através da página de Facebook do jornal El Meridiano numa altura em que os agentes dispararam, causando a morte do jornalista, além de ferimentos em dezenas de manifestantes. Segundo as agências internacionais, mais de duas dezenas de pessoas já perderam a vida na sequência da onda de violência.

Desde quarta-feira que há protestos em diversas cidades nicaraguenses contra as reformas na Segurança Social, anunciadas pelo governo de Daniel Ortega que, entretanto, revogou a decisão de aplicar a reforma.

No sábado, Ortega já fora à televisão indicar que estava disponível para dialogar acerca da polémica reforma, retomando "o diálogo pela paz, pela estabilidade, pelo trabalho e para que o país não enfrente o terror que vive neste momento". O presidente aproveitara ainda a oportunidade para deixar acusações de infiltração e manipulação das manifestações por parte de "movimentos extremistas dos Estados Unidos".

Versão para Imprimir