QUARTA-FEIRA
17 de Outubro de 2018 | 21:53

Sindicato dos Jornalistas alerta partidos para situação na Lusa

Publicado a 18/01/2018 NOTÍCIAS

CDS-PP, PSD e PCP foram informados de falta de resposta a pedidos de contratações e investimentos.


O Sindicato dos Jornalistas (SJ) foi hoje recebido, em audiência, pelos grupos parlamentares de CDS-PP, PSD e PCP, alertando-os para a necessidade de se resolver rapidamente o impacto causado na gestão diária e no funcionamento global da Agência Lusa pela contínua saída – e sucessivamente adiada substituição – de jornalistas do quadro, bem como de correspondentes das redes nacional e internacional.

Atualmente, a Agência Lusa está refém de uma tutela bicéfala (Cultura e Finanças), que se traduz em cativações burocráticas e numa persistente falta de resposta a pedidos de contratações e investimentos e resulta, em última instância, no incumprimento do contrato de serviço público.

O SJ teme que a substituição da atual administração da empresa prolongue ainda mais o atraso na resposta da tutela às necessidades da agência e espera que essa mudança não se traduza em qualquer impacto sobre o esperado descongelamento das carreiras, devendo este decorrer em moldes idênticos ao de qualquer outra empresa pública, garantindo os mesmos direitos.

O SJ disse ainda aos deputados que é urgente resolver a situação das quatro dezenas de trabalhadores precários que sustentam as redes nacional e internacional da Agência Lusa e aguardam resposta, há meses, por parte do programa de regularização extraordinária dos vínculos precários na Administração Pública (PREVPAP), que ainda nem começou a analisar os seus processos.

O SJ pediu igualmente audiências ao PS, ao BE, ao PEV e ao PAN aguardando por resposta.

Versão para Imprimir