SEXTA-FEIRA
15 de Dezembro de 2017 | 17:56

Jornalista assassinado na Índia

Publicado a 04/12/2017 NOTÍCIAS

Naveen Gupta, de 35 anos, foi morto por vários criminosos que se deslocavam de moto e o atingiram com cinco tiros.


O secretário-geral da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), Anthony Bellanger, condenou o assassínio de mais um jornalista na Índia. "A FIJ condena o assassínio do jornalista Naveen Gupta em Kanpur, manifestando profunda preocupação com a violência continuada que tem sido exercida na maior democracia do mundo. As mortes de jornalistas na Índia ao longo dos últimos anos demonstram como é perigoso o exercício da profissão naquele país e como os governos falham de forma sucessiva na proteção e nas ações para colocar fim à impunidade quanto aos crimes contra jornalistas. A FIJ exige detenção imediata e condenação dos assassinos, bem como medidas urgentes para acabar com a violência contra os jornalistas."

Segundo a FIJ, Gupta, de 35 anos, correspondente do Hindustan Hindi, foi atingido com cinco tiros por desconhecidos que se deslocavam de moto quando se encontrava perto de uma loja gerida pelo seu irmão. Apesar de ter sido transportado ao hospital, não resistiu aos ferimentos.

Trata-se do sétimo jornalista assassinado este ano na Índia. Desde 2015, o número chega às 19 vítimas mortais, algo que eleva para 109 os jornalistas mortos no país desde 1990.



Versão para Imprimir